segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

DOMINGO É DIA DE NEUSA


Ow,  põe uma melancia no pescoço... carece não chefe, eu tenho uma sirene... é justo por isso mesmo....  cumprimentei o Cumpadi e chamei, ramu lá bicar um cafézes,   já começou a zuação, servi café pro povo que chegou cedo para fazer a festa funcionar... teve cabra que ralhou , caraio Lu sem açúcar...
E me escapuliu um sonoro:  É que eu faço café para HOMENS.... uhhhhhh e o Sorriso magoou, tadinho... desculpa, sei que não pode falar assim com o amigo.   
O Fernandinho além dos famosos brigadeiros da Thaís e da própria,  trouxe também a CG bolinha Marelinha, pense uma maquininha exibida...  que me fez lembrar  de outra moto.
Quidê o André que jurou de pé junto que a gente ia andar na motinho?
E o pessoal foi se acheganho,  Springers bonitas, motos garfudas,   café racer no stile, a sedutora Azulzinha do Trash HD FlatHead 1947(suspiros), traquitanas customizadas, cebezona tinindo e outros trecos classudos.

Várias meninas pilotas também baixaram lá, a Denise tomou um gorpe de coragem e chegou no evento pilotando sua moto, só faltou a camiseta de advertência com estampa piscante:  Cuidado Mina Biker Amaciando. (a minha usei até gastar).    
Um tantinho depois o amigo André na  cumprissão da promessa materializou na festa com a NSU 1939.. vai bocuda, para continuar o Voodu é pra Jacu invocamos o Bretas o Punk e ganhar na mega sena... pelo menos os caras apareceram.

Puts, deu problema na agulha e na coisalada da enfioleta, mas consegui arrumar...
Larguei-di-mão dos brigadeiros,  e passei a orbitar a motinho no melhor estilo mosca de padaria.
Para evitar atropelamentos, micos e outros bichos... minha vez chegou no fim da tarde...
Moto chaveirinho é facinha de andar teu fiofó .... toda velharia faz charme, birra e tem mãnha. Evitar, evitar, evitaaar o mico não deu não... .
O André baixou a portaria de instruções e explicou tudo bem explicadinho... o jeitão do acelerador, o câmbio longo de quatro marchas a óbvia ausência do acessório freio e outras vechiaias.


Amuntei na motinho e agora vai.... puf puf puf.... ela engazopou fez cara de a culpa é sua e morreu .... 
Como é público e notório não sou craque no quick-start...Pergunta lá para os Lobos o que eu fiz na festa deles.
Ligou e vai de vez,  a traquitaninha é forte, e bem divertida de andar, fiz a curva no fim da rua e vorti, fui de novo... tentei acionar o freio dianteiro e uma travinha do manete foi cirurgicamente ejetada.... mais mico.
O amigo se fez de rogado... aconteceu comigo também.... pedi mil desculpas pela patinha de elefante, encharcou um pouco a vela... deixa ela descansar.
Já estava formada a fila de malacabados, zóio brilhando,   para dar a volta olímpica na motinho, foi só sucesso,  na intensão de poupar o freio da maquininha o pessoal acionou o breque pé2  e nenhum cavalete foi derrubado, mas o Chicó roletou a valeta no fim da rua... e justificou: Quem nunca varou um cruzamento sem capacoco numa moto sem freio né?
André, tem que por um nome nela.
Ihhhh, a Lu já tá com apego...
Tem cara de Dorinha....
Não, tem que ser um nome alemão...
Frida.
Frida muito batido, não orna nela.
Nome russo é mais divertido
Para, ela  já é Neusa - NSU - Neusa
Deixa Neusa Skavurszka
E o André terminou de amarrar a NSU na fordinha azul e se foi antes que controverso plebiscito sobre o nome tivesse um fim.



Making-Off:
10º Evento de Springers e Motos Clássicas de Santo André, foi o último de ano e foi 10! 

Skavurzka em  Russo  seria grafado marromenos assim: скавурзка,  mas há controvérsias, diz que palavra é invenção dos publicitários da NET... diz também que é sobrenome de um dos donos da agência que bolou a propaganda, há ainda experts que explicam a mensagem codificada à moda guerra fria:  o prefixo 'ska', que significa "céu", mais o termo 'vurz' que significa "ir em direção", mais o sufixo de negação 'ka'. Assim, "Skavurzka" seria algo como "você não vai para o céu". Aí sim, orna com a Neusa e a turma que andou com ela.

Nenhum comentário: